Domingo, 26 de Dezembro de 2010

20º Capítulo

 

No gabinete do Director:

- Ela faz tudo para me prejudicar! – Exclamou Carolyn debruçando-se sobre a secretária do Director olhando-o mais de perto - Eu não aguento mais isto!

- Bem meninas, vocês vão ter de ter mais calma! O ano está quase a acabar. Já estamos no final do 3º Período. Pensem no tempo que vão estar sem se ver. É maravilhoso, só têm de aguentar mais um mês! – disse o Director em tom de brincadeira – Olhem para mim, há mais de vinte anos a aturar toda esta cambada de miúdos irresponsáveis! E estou aqui inteiro, bem, quase inteiro. – Carolyn e Victoria olharam para o Director com uma cara não muito divertida.

- Ela rouba-me tudo, e a culpa ainda é minha! Olha a lata! – Victoria ripostou lançando um olhar esmagador a Carolyn.

Carolyn deu uma risada – Eu desisto! Não há pachorra.

- Mas eu não vou desistir até ficar com o Dave!

- ‘Tá bem! Depois de tudo o que já fizeste, achas mesmo?!

- Meninas, meninas! Parem! Já chega! A próxima briga que houver, vão as duas suspensas por uma semana!

Carolyn ficou de queixo caído – Mas…

- Nem mas nem meio mas! Evitem discutir! Custa assim tanto?! – disse o director abrindo a porta para elas saírem.

- Mas não depende de mim! Ela é que começa sempre tudo! – Carolyn levantou-se da cadeira.

- Eu fui! Com licença minha gente! – Victoria saiu porta fora de nariz levantado.

- Menina Carolyn, tente resolver este conflito, por favor! A menina Victoria vai chamar o Sr. Evans, o pai dela, que é muito meu amigo e depois vai fazer chantagem com o pai e eu não quero prejudicar a minha amizade de longa data com o Sr. Evans. Resolva esta confusão por favor! Eu não quero prejudicar-vos. Se vocês faltarem tanto tempo assim por serem suspensas vão ficar com imensas faltas e depois têm de fazer provas. A menina Carolyn facilmente passa nas provas, mas a Victoria de certezinha que não, logo, chumba o ano! E aí o Sr. Evans vai ficar muito chateado comigo. Só a menina é que pode resolver isto.

- Eu já fiz tudo, Sr. Director! Bem, quase tudo, obviamente que não vou implorar! NUNCA!

- Olhe, eu tenho imensa coisa para fazer hoje, e estou a perder o meu tempo. Resolva isto, vai ser melhor para toda a gente! – O Director pousou uma mão nas costas de Carolyn e empurrou-a para o corredor – Faça o que eu lhe digo.

Carolyn dirigiu-se para as aulas que estavam a decorrer.

Mais tarde Carolyn combinou encontrar-se com Dave no jardim do colégio.

 

 

 

Está mais pequeno que o normal pk como era natal n tive mt tempo. Mas rapidamente vou postar o 21º cap.   bjs

publicado por Anna às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

19º Capítulo + Bónus

 

 Capitulo um pouco maior so pa voces!

 

 

Dave chegou ao bar e dirigiu-se à mesa onde estava Carolyn e Emma.

- Olá. – Dave debruçou-se e deu um beijo na testa de Carolyn que estava sentada.

- Onde tens andado esta manhã? – perguntou Carolyn.

- Fui resolver as cenas com o Peter.

- E então?

Dave sentou-se numa cadeira:

- Bem, a verdade é que a Victoria mentiu-lhe a dizer que tu gostavas dele e não de mim e que por isso convenceu-o a beijar-te. Depois do cinema ela contou-lhe a verdade e disse que se ele não convencesse toda a gente do liceu que tu é que me traíste ela contava uma cena que ele fez. Que é um bocado grave.

- Meu Deus, aquela gaja é passada! – exclamou Emma.

 - E… qual é o segredo grave? – questionou Carolyn curiosa.

Dave inclinou-se para elas e sussurrou:

- O ano passado na festa de natal, foi ele que roubou as poupanças do liceu.

- Já me lembro! – exclamou Emma - Foi ele?!

- Eu não me lembro. – disse Carolyn sendo sarcástica.

- O ano passado na festa de natal as poupanças do liceu para se fazer o baile de Primavera desapareceram… - explicou Emma.

- E por isso não podemos fazer o baile nesse ano. – completou Dave.

- Há, ok. – Carolyn ficou por uns segundos a olhar para a mesa e depois lembrou-se – Mas olhem lá, a Primavera está quase a acabar e ainda não houve nenhum baile este ano!

- Isso é porque em cada ano o baile é numa estação diferente. E é por ordem. O ano passado foi baile da Primavera e este ao é o baile de Verão. – Dave agarrou a mão de Carolyn e disse – E tu vais comigo.

- Isso é um convite? – perguntou ela.

- É.

- Então está bem! Que dia é o baile?

- Dia 10 de Junho.

- Então mas nessa data o Verão ainda não começou. O Verão só começa a 21 de Junho.

- Yah, mas a 21 já estas de férias. Por isso temos de o antecipar. Pois a escola acaba a 18 de Junho.

- Dave, sabes onde está o John? – perguntou Emma que se sentia ali a mais.

- Ele diz que vinha aqui ter connosco. Deve estar ai a chegar.

Enquanto Emma, Carolyn e Dave estavam a falar, Victoria entra porta a dentro e vai sentar-se na mesa de Jane e Sally que continuavam na mesmo sítio.

 - Então como foi a curte com o Daniel? – quis saber Sally levantando uma sobrancelha.

- Nada de especial, foi só para me divertir um pouco.

- Vocês estão a pensar em levar isto a sério tipo… humm… namoro? – questionou Jane.

- Não, primeiro está o Dave.

- E se o Dave não resultar?

- Não sejas estúpida! O Dave TEM que resultar!

- Mas tu tens a perfeita consciência que pode NÃO resultar, certo?

- Nem quero pensar nisso!

- Então, qual é o teu próximo plano para agarrares o Dave? – intrometeu-se Sally – É que, ele já voltou para ela, outra vez! – Sally apontou para a mesa um pouco atrás onde estava Carolyn e Dave a beijarem-se e Emma e John a falarem na mesma mesa.

- Eu sabia! Não acredito que isto está a acontecer! – Victoria levantou-se bruscamente e foi ter com Dave. Victoria que estava atrás das costas de Dave pousou-lhe a mão num ombro e arrastou a cadeira onde ele estava sentado para trás e pôs-se na frente dele, virada de costas para Emma e Carolyn, e disse:

- Ei Dave, como vais? Nunca mais falamos.

- Bem, - Dave olhou para Carolyn atrás de Victoria e corrigiu – muito bem!

- Isso quer dizer que foi tudo um mal entendido e que eu esta enganada?

- Foi mais que isso! – interferiu Carolyn. Victoria virou-se para trás e disse: - Como assim foi mais que isso?!

- Bem, foi tudo um mal entendido por tua causa! – Carolyn continuo levantando-se e contornando a mesa ficando frente a frente com Victoria.

- Por minha causa?!

- Não te faças de estúpida!

- O que é que eu fiz desta vez? Sim, porque a culpa é SEMPRE minha!

- Enganas-te o Peter para ele me beijar e fizeste o liceu todo pensar que fui eu que o beijei! Vais dizer que é mentira?!

- Não, não é mentira! – Toda a gente no liceu estava a presenciar aquela discussão – Mas, tu ROUBASTE-ME o namorado! – Victoria empurrou Carolyn com o indicador bruscamente.

- ELE é que me escolheu! – Carolyn respondeu empurrando-a também.

- Tu não me voltas a fazer isso outra vez! – Victoria elevou o tom de voz - Tu não prestas Carolyn! És uma gaja qualquer que não me chega nem aos calcanhares!

- Queres apostar?! – Carolyn agarrou Dave pela blusa e espetou-lhe um beijo selvagem. A plateia começou a mandar comentários do tipo “Uhhh”.

Victoria tirou Dave do caminho separando o beijo dos dois e pregou uma chapada na cara de Carolyn que se fez ouvir um todo o salão. Carolyn sem ter nada a dizer fez o mesmo mas com a mão mais pesada. Assim que Carolyn fez isto Victoria começou-lhe a puxar os cabelos. Aquela cena tinha sido muito rápida o que não permitiu a Dave intervir logo. Mas Dave logo se pôs a agarrar Carolyn e John a agarrar Victoria.

 

 

 

Espero que gostem! Desta vez foi a gota de água malta!  Bem eu vou postando agora mais pk estou a nciosa pa chegar a uma parte da fic com personagens novas e cenarios novos... Estao curiosos? Então fikem mais atentos, please!

sinto-me: EM CASA OS DIAS INTEIROS NO PC
música: Rihanna "what's my name"
publicado por Anna às 15:47
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

18º Capítulo

 

 

 

 

Carolyn e Emma estavam sentadas numa das mesas do bar do colégio a falar. Carolyn estava a contar a Emma a sua escaldante reconciliação com Dave à porta o ginásio. Enquanto isso Victoria e as suas seguidoras – Sally e Jane – estavam quatro mesas atrás delas.

- Porque é que aquelas duas estão tão felizes? Era suposto a Carolyn estar de rastos por causa do Dave. Eu só espero que o Peter não se tenha desbocado e que eles se tenham reconciliado! – afirmou Victoria repondo o gloss cor de cereja nos lábios carnudos. Victoria enroscou a tampa do gloss e olhou para Jane – Meninas, uma de vocês vá lá tentar ouvir a conversa!

- Porque é que não vais tu que sabes fazer tudo? – ripostou Jane ajeitando a franja.

- Olha, porque eu dou muito nas vistas! – exclamou Victoria puxando as mamas de silicone para cima e o decote para baixo.

- Então vai lá a Sally! – persistiu Victoria.

- Não vês que estou ocupada?! – desdenhou Sally vendo-se ao espelho.

- Vocês são umas mal agradecidas! – Sally bufou e deu uma risadinha em sinal de total desprezo.

 Victoria levantou-se da cadeira e passou devagar pelas mesas a tentar ouvir a conversa de Carolyn e Emma. Emma depressa se apercebeu do que Victoria andava a tentar fazer. Aproximou-se de Carolyn e sussurrou-lhe:

- Olha, a estúpida da Victoria anda a espiar-nos.

Victoria percebeu que Emma e Carolyn já a tinham topado então meteu-se a falar com a pessoa que estava mais próxima, Daniel Hopkins, o grosseiro monte de músculos da equipa de rugby.

- Então Daniel, - disse Victoria que tentava disfarçar – como vais?

Daniel que estava com um grupo de amigos do mesmo género virou-se para trás e deparou-se com Victoria e o seu par de mamas.

- Vou bem, e tu e as TUAS? – perguntou Daniel olhando fixamente as mamas quase descobertas de Victoria.

- Eu estou um pouco em baixo mas as minhas estão bem em cima! – exclamou Victoria que já estava habituada àquele tipo de comentários com uma risadinha.

- Tens a auto estima em baixo, é? – perguntou Daniel agora olhando para a cara de Victoria.

- Sim, o dia não está a correr assim tão bem.

- Queres ir dar uma volta e afogar as mágoas? – perguntou Daniel levantando as sobrancelhas.

- Bem, - Victoria olhou para Carolyn e Emma que continuavam à conversa e depois para Sally e Jane que estavam a fazer o mesmo e decidiu aceitar a proposta de Daniel – claro, porque não?

Não era a primeira vez que Victoria ia dar uma “volta” com Daniel. Fazia-o sempre que estava carente ou mesmo não estando. Quando Victoria namorava com Dave fazia o mesmo mas obviamente sem ninguém saber. Aquela “voltinha” servia mais para trocar linguados e apalpões, nada mais que isso. E era sempre no mesmo sítio – nas traseiras do ginásio – que era um local frequentemente visitado pelos jogadores das duas equipas – futebol e rugby – que levavam para lá as suas “damas”. Era conhecido como um santuário desde há muito tempo.

Dave que estava de saída do campo de futebol resolveu em vez de ir pelo caminho mais longo – por dentro do ginásio – ir por fora e contornar o edifício. Quando o vez deparou-se com Victoria e Daniel a acalorarem-se um ao outro num banco de jardim. Dave quando viu aquela cena pensou: “Anda a tentar reconciliar-se comigo mas continua a fugir para o lado do Daniel, tal como fazia quando estávamos juntos!”. A verdade é que Dave sabia que Daniel e Victoria se comiam mesmo quando ele namorava com ela. Essa foi uma das principais razões para Dave a deixar. Mas Victoria continuava de consciência tranquila pensando que Dave nunca tinha descoberto. Quando Dave acabou com Victoria, no ano lectivo anterior, Dave disse que a razão para ele querer acabar era que ela só se importava com a roupa, maquilhagem e com a claque da escola – da qual Victoria era a cheerleader. Dave não queria dizer-lhe que sabia que ela andava metida com Daniel, pois Victoria não ia descansar enquanto não convence-se Dave de que Daniel é que tinha a culpa, e Dave não gostava confusões.

No dia em que Dave acabou com Victoria, ela não aceitou aquilo muito bem. Nunca ninguém tinha terminado com ela, ela é que acabava com toda a gente. Então Victoria tentou convencer toda a gente do liceu que ela é que tinha acabado e não ele. Mas as investigadoras da revista de mexericos da escola desvendaram a verdade. Mas essa NÃO foi a cereja no topo do bolo! Foi quando Carolyn chegou ao liceu e Dave a escolheu. Mas Victoria ainda continua a liderar no liceu como desde sempre, graças ao seu poder de cheerleader.

 




Oi people! Tenho estado mt triste porque estou a postar sem kualker contributo... please comentem e estejam atentas, pk ja tenhos os proximos capitulos prontos e por isso é só mesmo comentarem e mais nada! Assim que tiver os 4 comentarios posto logo, mas para isso preiso da vossa ajuda...

Bjs

 

sinto-me: SCHOOL is OVER !
publicado por Anna às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

17º Capítulo

 

 

 

Dave ficou por uns momentos a observar os olhos inundados de lágrimas de Carolyn. Dave sentia culpa, talvez tivesse agido de cabeça quente e agora estava arrependido. Ele passou os seus dedos pelo rosto de Carolyn e sentiu uma necessidade enorme de a abraçar. E foi o que decidiu fazer. Sem pensar em mais nada, inclinou-se para a frente e acolheu-a nos seus braços quentes e musculados. Dave encostou os seus lábios á orelha de Carolyn e sussurrou:

- Eu também preciso de ti. És a minha vida e nunca mais quero perder-te, desculpa.

Em seguida Dave encostou a sua testa à de Carolyn, roçou os seus lábios quentes nos dela e deu-lhe um beijo interminável.

 

No dia a seguir, Dave decidiu passar toda aquela confusão dos últimos dias a limpo.

Na hora de almoço Dave dirigiu-se ao bar do colégio onde Peter geralmente almoçava. Dave entrou e avistou Peter na mesa do costume. Dave assentou a mão no ombro de Peter e disse:

- Precisamos de falar!

- Tens razão, eu quero esclarecer as coisas. Queres sentar-te? - Não, aqui não. Aqui à muita gente. – Dave olhou através das janelas e continuou - Vamos para o campo.

- Ok. – Peter levantou-se calmamente mas nervoso e foi atrás de Dave.

Dave abriu o portão do campo de futebol agora vazio e sentou-se nos bancos:

- Senta-te. – disse Dave serenamente.

Peter sentou-se e perguntou:

- Então que queres falar?

- Acho que sabes o que é. – retorquiu Dave olhando de lado para Peter que estava no banco ao seu lado.

- A cena do cinema. Pois…

- Queres-me contar a verdade, Peter? – interrompeu Dave.

- Yah, fui eu que beijei a Carrie! Mas a culpa foi da Victoria, ela…

- Eu sabia! – Dave explodiu levantando-se da cadeira – Não sei como é que fui confiar em ti, meu! Eu não sabia que gostavas dela! Só depois de a beijar é que o John me disse que também gostavas dela! Não era preciso fazeres esta merda!

- A Victoria enganou-me, meu! Ela disse que a Carrie gostava de mim. E então… ela depois disse que era tudo mentira e vez chantagem para eu dizer que foi a tua namorada que me beijou! – Peter começou a ficar nervoso e só queria que as coisas não dessem para o torto.

- És mesmo estúpido! Como é que foste nessa?!

- Yah, eu sei que a Carolyn não era capaz mas… naquela altura não pensei!

- Que chantagem é que ela te fez para ires nessa estupidez?!

- É uma longa história! – Peter não queria abrir a boca.

- Fizeste merda não foi? E conheço-te! Vais-me contar?

- Ok, eu conto! Foi na festa de natal do liceu no ano passado quando o dinheiro para o baile de Primavera foi roubado, lembras-te? – questionou Peter com as mãos nos bolsos a olhar para a relva verde.

- Foste tu?! – Dave estava boquiaberto.

- Precisava de dinheiro! Meti-me numas merdas e depois precisava de as pagar!

- Foi a droga não foi?!

- Yah!

- Que tipo de droga, Peter?!

- Foram aquelas “bombas” para o campeonato de futebol! Eu sei! Estava bué nervoso porque não tinha ido aos últimos treinos, lembras-te?

- Yah, mas não era desculpa para tomares as drogas muito menos para roubares as poupanças do colégio! E se eles acabassem por descobrir tinham anulado a nossa pontuação!

- Desculpa mas não pensei…

­- Tu nunca pensas, meu!

- Desculpa!

- Agora vais ter de dizer a toda a gente que a Carolyn não te beijou e que tu é que o fizesses-te! Não quero que a minha namorada continue a ser chamada de traidora! Ouvis-te bem, Peter?! – Dave içou a mala para um ombro e saiu do campo.

 

 

 

Não se esqueção de comentar!  <3 BJS

sinto-me: inspirada!
publicado por Anna às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
SCM Music Player

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Vida de Carolyn: Two Love...

. I'm back

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Divulgação e conversinha ...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two love...

.arquivos

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

SCM Music Player
SCM Music Player
blogs SAPO

.subscrever feeds