Domingo, 26 de Setembro de 2010

Ajuda!

Nestas férias ñ pude postar mt como repararam pk andei a viajar do algarve para lisboa e de lisboa para o algarve. E naquela terriola sem internet, ñ pude fazer msm nada.  Eu prometi - e se ñ prometi prometo agora - que ia postar mais veses apartir de agora, e estou a cumprir ja deixei 2 capitulos este mês, mas ñ pude continuar a postar pk ninguém comenta e até ter os meus 4 comentarios n vou postar o proximo! - Queria que estivessem mais atentos ao blog pk vou postar kom mais frequencia.

 

bjs a todas!!!

publicado por Anna às 01:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Setembro de 2010

14º Capítulo

Mega capítulo!

 

  

No capitulo anterior - no que postei ja este mês - só lá está um comentário, da caty a minha nininha que é SEMPRE é sempre a 1ª! Como ninguém comentava postei logo este mega capitulo.... peço que comentem o anterior e já agora este. Please...    

 

Enjoy!!!

 

 

 

Em casa de Peter as coisas estavam mais belas do que nunca. Até… o telemóvel tocar.

 

- Está? – disse Peter.

- Oi, é a Victoria.

- Olha, queria agradecer-te por teres ajudado a Carolyn a encontrar-se comigo na casa de banho. Foi pena o Dave ter descoberto daquela maneira. Vou tentar falar com ele e dizer-lhe que ela gosta de mim e não dele. Pode ser que não fique chateado comigo. – disse Peter com um sorriso do tamanho do mundo.

- Pois… sobre isso, a Carolyn NÃO gosta de ti. Não traiu o Dave. Eu enganei-te… aquilo dela me ter pedido para vocês se encontrarem na casa de banho e blah blah blah, era mentira, tudo mentira. É tudo como era dantes: a Carolyn gosta do Dave e o Dave gosta, aliás, gostava da Carolyn. Eu fiz isto tudo só para o Dave ficar chateado com ela! Foi um bom plano, hã?!

- OKÊ??!! – berrou Peter  -  Estás a falar a sério?! 

- Sim, o que acabas-te de ouvir é tudo verdade!

 - Então a Carolyn não gosta de mim e... e eu beijei-a! Agora o Dave vai ficar fulo comigo por eu ter beijado a namorada dele! E ela comigo, por eu a ter beijado sem razão nenhuma! Ele agora nunca mais me vai dirigir a palavra! Tens noção que me prejudicaste muito só para ficares com ele?!

- Não, não, não. O Dave só vai ficar chateado contigo se TU quiseres.

- Como assim se eu quiser? Agora sou mágico?! – A conversa não estava nada agradável e assim que Victoria soltou aquela frase as coisas só iam piorar!

- Vais dizer a toda a gente, principalmente ao teu amiguinho Dave, que ela é que te agarrou! É simples não é?

- Nem penses que eu vou fazer isso! Não me vou juntar a ti, nunca! Se for preciso conto-lhe tudo; que tu é que aldrabas-te este esquema todo! E se ele não acreditar, arrisco a minha amizade só para eles ficarem juntos e para te lixar toda! Nem sonhes!!!

- Como eu costumo dizer: não vai a bem, vai a MAL! Tu lembras-te do ano passado? No jantar de Natal cá no colégio? Eu vi tudo! Mesmo à frente dos meus olhos! Por isso, se não o fizeres, faço com que toda a gente fique a saber do te crime! E não te esqueças que o Director do colégio é amicíssimo do meu pai! Por isso...

- O quê?! Não estou a perceber. – balbuciou nervoso.

- Não te faças de desentendido! Sabes perfeitamente o que aconteceu. Nessa noite eu saí para ir trocar de sapatos porque aqueles estavam a deixar-me os pés completamente lixados. E depois, vi tudo!

- Tu viste?!

- Podes crer!

 

Em casa de Emma.

- Só há uma maneira de saberes porque é que ele te beijou! – exclamou Emma agarrando no casaco.

- O quê? Falar com ele?! – Emma respondeu que sim com a cabeça – Nem penses! Eu não vou conseguir olhar nunca mais para a cara dele!

- Então queres fazer o quê? Não te percebo! Tu não tens de ter vergonha, ele sim! Vamos! – respondeu  agarrando-lhe no braço e empurrando-a até à porta.

Passado uns minutos já lá estavam em frente da porta de Peter. Tocaram à campainha e esperaram de sobrancelhas vincadas.

Peter estava ao telefone com Victoria quando ouviu a campainha. Olhou pela janela e viu Emma e Carolyn plantadas à frente da sua porta.

- São elas! O que é que eu digo?! – perguntou agitado.

- Vais fazer com que a Emma não acredite nela. Dizes mesmo à frente delas aquilo que te disse, que quem te beijou foi ela. É simples!

- Tás te a passar! Vai pensar que sou maluco! A Carolyn sabe que fui eu!

- Ela pode pensar isso, mas depois como ninguém vai acreditar nela, vai pensar que ela própria é que está maluca e não tu. É simples e psicológico! Agora vai! 

 

Victoria desligou e Peter abriu a porta.

- Olá, tudo bem? – saudou Emma com um sorriso que era tudo menos sinónimo de felicidade.

- A… sim. – respondeu nervoso.

- Queria-mos saber porquê que me beijas-te?! – questionou Carolyn entrando pela porta a dentro.

- Desculpa? Eu beijei-te?! – mentiu Peter da melhor forma que podia.

- O quê? Agora dizes isso?! – eriçou-se.

- Bem, sim! Tiveste azar do Dave aparecer e ver tudo, mas a culpa agora não tem de ser minha!

- Ela pagou-te, não foi?! Foi, não foi?

- Quem?!

- A Victoria, quem é que havia de ser! Pagou-te para me beijares! - Carolyn explodiu e Emma interveio.

- Vamos com calma! Peter, admite! Eu sei que gostas dela. – Emma vira-se para Carolyn – É verdade, o John contou-me. E por isso é que a beijas-te. Admite lá!

- Esse gajo não sabe estar calado! E mais uma vez eu não a beijei! – soltou Peter envergonhado.

- Pois, então foi por isso que me beijaste…

- Lá por ter gostado de ti, porque já não gosto, eu não te ia beijar. TU é que me beijas-te! Pode ter sido um impulso e não te lembras! Acontece, acho eu…

- Mas não foi impulso nenhum! E eu lembro-me perfeitamente que tu estavas à minha espera na casa de banho e depois, depois…

- Então porque é que não separas-te o beijo e continuas-te sem fazer nada?

- Porque pensei que era o Dave!

- Bela desculpa! – exclamou Peter vendo mais uma razão para poder ganhar esta batalha de atirar as culpas um para cima do outro.

- Mas é verdade! Então porque é que estavas na casa de banho da mulheres?!

Peter pensou rápido e respondeu logo.

- Porque… tu me chamas-te!

- Eu o quê?!

 

 

Se não perceberem alguma cena perguntem... eu acho que talvés esteja confuso. Qualquer coisa perguntem, sim?

 

 

sinto-me: ai escola, escola....
publicado por Anna às 22:23
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

13º Capítulo

 

 

Victoria que ainda estava do outro lado da porta a ouvir tudo, apareceu por trás de Dave e pousou a sua mão no seu ombro.

- Sim Carrie, como é que lhe pudeste fazer isto?

 Dave revirou os olhos àquela pergunta tão desprezível de Victoria, e saiu porta fora. Ela fitava Carolyn quando se apercebeu que Dave fechava a porta atrás de si.

- Dave, espera por mim! - Gritou correndo atrás dele.

Carolyn ficou uns segundos em silêncio a olhar para os Pés quando percebeu que Peter a observava com um sorriso grosseiro.

- Não sabia que tinhas esse lado assim tão… mau! Gosto dele! – soltou ele dirigindo-se á porta –A gente depois encontra-se. Tchau!

com todo aquele acontecimento! Estava tão abismada que não queria lembrar-se daquele beijo enganado.  

Carolyn não tinha percebido o que é que Peter queria dizer com aquela frase. Agarrou na mala e quando se preparava para sair daquele lugar, levantou o rosto e olhou para o espelho. Estava branca e na sua face estava estampada a angústia que sentia. A imagem da aspecto de Dave quando a fira a beijar Peter não era a melhor de todo! Nunca o tinha visto assim antes, e queria resolver tudo o mais depressa possível. Então correu para a porta de saída e procurou por Peter que, para sua infelicidade, já se tinha ido embora. Tirou automaticamente o telemóvel da mala e ligou logo para Emma:

-Está, Carrie? – disse Emma do outro lado.

- Sim, sou eu. Onde estás?

- Em casa.

- Posso ir aí? É urgente!

- Hum… Ok! Mas o que é que se passa?! O encontro não correu bem?

- Ele não correu bem, correu pessimamente!

 

Já em casa de Emma.

- Então… tu beijas-te o Peter?! E pensaste que era o Dave?! – questionou Emma boquiaberta.

- Eu NÃO beijei o Peter, ELE é que me beijou! – exclamou assanhada abrindo bruscamente a porta do quarto de Emma e depois sentando-se na cama – E sim, pensei que era o Dave a fazer-me uma “surpresa”.

Emma riu-se quando ouviu a última frase.

- Tens é de ir já esclarecer isso com o Dave. Ele não pode ficar a pensar que a culpa é tua!

- Vou-lhe ligar!

- Boa, faz isso! – apoiou Emma vendo Carolyn ansiosa que Dave atende-se.

- Está desligado! Também não ia conseguir falar-lhe com a Victoria ali colada a tentar ouvir tudo e a encher-lhe a cabeça constantemente! – explodiu Carolyn desligando o telemóvel.

- A Victoria está com ele?!

- Sim. Também estava lá quando o Peter me beijou! Quando o Dave apareceu e vi tudo, a C**** apareceu atrás dele com ar víbora!

- Então se ela estava lá, aquilo só pode ter sido tudo obra dela! – concluiu Emma dando um salto da cadeira roxa aos pés da cama.

 - É isso! Ela PAGOU-LHE! – justificou Carolyn olhando para Emma com os olhos muito abertos.

- Pagou a quem?

- Ao Peter, para me beijar! E depois levou lá o Dave para ver tudo!

- Sabes, não me parece que o Peter tenha aceitado dinheiro para fazer isso ao Dave. Eles são amigos à bué! Acho que não foi bem isso.

- Então como é que ela fez para que ele me beijasse?!

 

 

 

 

Mais uma vez desculpem... prometo k vou melhorar! Aki está o 13º Capitulo! Espero k gostem.

 

 

 

publicado por Anna às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Vida de Carolyn: Two Love...

. I'm back

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Divulgação e conversinha ...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two love...

.arquivos

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds