Quinta-feira, 10 de Março de 2011

Vida de Carolyn: Two Lovers - 5º Capítulo

 

Dylan e Carolyn finalmente chegaram à praia. O grande areal estendia-se pela costa molhada pela água do mar. Os dois sentaram-se na areia e ficaram a olhar o mar. Dylan baixou a cabeça e ficou a olhar a desenhar na areia.

- Então… o que é que fazemos agora? – perguntou Dylan olhando para Carolyn.

- Não faço a mínima. – Carolyn olhou também para Dylan.

- Já sei! – Dylan levantou-se repentinamente e Carolyn ficou a olhar para ele sentada – Vamos dar um mergulho!

- Quê?! ‘Tas te a passar! Não trouxe biquini nem toalha! Tu tens os calções vestido mas eu não tenho nada para ir à água.

- Então molhas só os pés! Sei lá, vamos fazer alguma cena. – Dylan estendeu a mão a Carolyn. Carolyn agarrou na mão de Dylan e ele puxou-a para cima levantando-se.

- Uau! Vou molhar os pés! – exclamou Carolyn sacudindo a areia do rabo.

- Pronto está bem. Mas eu vou ao banho!

- És completamente doido! Podemos estar no Verão mas de manhã o tempo não está propriamente quente. E a água agora deve estar um gelo!

- Eu sou tipo lobisomem ‘tás a ver? – Carolyn riu-se – Raramente tenho frio. – Dito isto, Dylan despiu a camisola e Carolyn quando olhou para os seus abdominais eos restantes musculos perfeitamente bem desenhados e a sua pele morena ficou corada que nem um tomate – Até já! – Dylan mandou a camisola para o chão, deu o seu telemóvel a Carolyn e correu para a água.

Carolyn sentou-se na areia e ficou a vê-lo. Dylan furava as ondas e sacudia a água dos caracóis elegantemente. Por momentos Carolyn deu por si a pensar o quão sexy achava Dylan. Carolyn achava que Dylan era realmente bonito. Dylan não era muito alto, era um palmo mais alto que Carolyn. E tal como muitos outros rapazes. Dave – o namorado de Carolyn – era também uma grande brasa. Na opinião de Carolyn, Dave era o melhor de todos os outros por mais giros que pudessem ser. Haviam alguns aspectosem que Dylan e Dave eram parecidos. Eram os dois divertidos, giros engraçados e espertos. Mas fisicamente eram bastante diferentes. Dave era menos moreno que Dylan mas também não era branco. O cabelo de Dylan era uma mistura de loiro e castanho claro e o cabelo de Dave era castanho bastante escuro. Os olhos de Dave eram azuis profundos e os de Dylan verdes densos. Não eram verdes escuros nem claros, eram intermédios. Psicologicamente as diferenças não eram muitas. Uma diferença notável era o facto de Dylan ser talvez um pouco mais mulherengo que Dave. A forma de Dylan agir mostrava também que era talvez um pouco convencido. Carolyn achou que Dylan era assim também devido ao facto de ser rico. Ao contrário de Dylan, Dave era mais humilde.  

De repente o telemóvel de Dylan toca e Carolyn ao olhar para o ecrã vê que era George – o melhor amigo de Dylan que morava em Santa Barbara. Carolyn levantou-se e chamou Dylan acenando os braços no ar. Dylan tirou a água dos olhos e olhou para Carolyn. Ela levantou o braço mostrando o telemóvel. Dylan fez-lhe sinal para ela atender. Carolyn encolheu os ombros e carregou no botão.

- ‘Tou?

- Está? Emily és tu?

- Ah… não. É… uma amiga do Dylan. – Carolyn sentou-se na areia.

- Ah… ok! Então o Dylan está ocupado?

- Sim, nós estamos na praia e ele mandou-me atender. Ele ‘tá na água.

- Oh… estou a ver. É que eu queria falar com ele para ele passar aqui por minha casa em Santa Bárbara. Onde é que vocês ‘tão?

- Na praia, em Santa Bárbara, por acaso. É que… bem… é uma longa história. Queres vir cá ter connosco? Moras cá certo?

- Sim moro. Então ‘tá bem. Estão na praia principal em frente ao café?

- Yah.

- Ok vou para agora.

- Ok. Xau.

- Adeus.

Dylan saiu da água e veio em direcção a Carolyn todo molhado.

- Então… o que é que ele disse? – Dylan tirou a água dos olhos e sacudiu o cabelo.

- Bem… ele disse que queria convidar-te para ires lá a casa dele. E eu perguntei-lhe se ele não queria passar antes por aqui. Já que tu estavas dentro d’água. – Carolyn permaneceu sentada.

- Ah ok. Fizeste bem. E… ele vem?

- Yah. E como é que vais secar agora?

 - De pé.

- Isso é um bocado idiota, sabes?

- Sim, mas queres que eu faça o quê? Não me vou sentar no chão se não fico todo cheio de areia.

- És tão mesquinho! – Carolyn agarrou-lhe no braço e puxou-o para baixo. Dylan desequilibrou-se e caiu na areia.

- Oh porra! E agora?

- Então, agora secas sentado. – Carolyn começou a rir - E cheio de areia.

-Ah, ah, ah! – riu Dylan sarcasticamente – Queres ficar cheia de areia também? É que é que assim rimos os dois. – Dylan sorriu e abraçou Carolyn.

- Para quieto! – disse Carolyn a rir-se e a tentar descolar-se de Dylan.

Carolyn não aguentou mais o peso de Dylan em cima de si e deixou-se tombar. Dylan continuou agarrado a ela e ficaram os dois deitados na areia. E Carolyn continuava a tentar soltar-se de Dylan quando de repente alguém se aproxima. Carolyn olha para cima e vê um rapaz de cabelo curto com uma popa castanho da cor de chocolate, olhos castanhos-claros, alto (não muito, aproximadamente do tamanho de Dylan) e também moreno. Dylan também olhou para cima e viu George.

- George? – questionou Dylan levantando-se de cima de Carolyn e sacudindo a areia do seu corpo.

- Então pá? – George abraçou Dylan e sussurrou-lhe ao ouvido – Gaja nova?

- Não… quem me dera. Ela tem dono. – disse Dylan da mesma maneira.

George sorriu ligeiramente e aproximou-se de Carolyn.

 - Olá. Tudo bem? – George deu-lhe dois beijos na face e Carolyn fez o mesmo.

- Sim.

- George, esta é a Carolyn. Carolyn, este é o George. – Disse Dylan fazendo as apresentações.

- Então… o que é que vos aconteceu? – perguntou George olhando para eles cheios de areia.

- Andamos à bulha. – Dylan piscou o olho a Carolyn.

George sentou-se no areal e perguntou a Dylan:

- Bem… onde é que a conheceste?

Dylan deu uma gargalhada – Num acidente. – George levantou as sobrancelhas – Yap! Eu atropelei-a. – Dylan apontou para perna de Carolyn.

- Chiça! Granda despistado!

- Eu sei. Mas ela já não está chateada comigo, pois não?

- Por enquanto. – disse Carolyn sorrindo.

- Eu não desiludo gajas. – disse Dylan. George riu-se e Dylan serrou as sobrancelhas – Pronto! Às vezes.

- E isso de a teres atropelado foi quando? – questionou George.

- Ontem. E hoje vim visita-la.

- E descobrimos nesse mesmo dia que os nossos pais eram colegas de trabalho. O pai dele é patrão do meu. – disse Carolyn olhando para Dylan.

- Foi uma grande coincidência. – disse Dylan.

- Cá para mim é o destino. – comentou George no gozo.

- Sim pois… destino. Bem, - disse Dylan puxando outro tema de conversa – já falaste com os teus pais sobre vires connosco para Miami?

- Yah. Eles dizem que sim. – George olhou para Carolyn – E tu sempre vens connosco?

- Sim. Não te importas?

- Claro que não! Estou a achar que és bastante fixe. E a Emily?

- A Emily está em casa. Em Santa Mónica.

 

Que tal? hã?? gostaram? já sabem: minimo 6 comentarios... ;p

publicado por Anna às 23:36
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Joana a 11 de Março de 2011 às 10:41
Que fixe!!!!!!!!!!!!
Detesto mesmo ficar cheia de areia depois de molhada!!!
XP
Meuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeus , ela vai mesmo pra MIAMI!!!!!!!!!!!!!!!

uuuuuuhhhhhuuuuuuuuuuuuu


quero mais,MUITO MAIS!!!!!!!!!


De a 11 de Março de 2011 às 19:37
Gostei muito... :D
Vou tentar continuar esta... :)


De Fic The Climb a 11 de Março de 2011 às 20:08
OWNN.. AMEI , AMEI, AMEI

Quero mais, to muito ansiosa :)


De Cat a 11 de Março de 2011 às 22:23
omg omg omg omg!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Ta tipo SUPER SUPER SUPER bom!!!!!!!! adoro nina, posta muito muito rápido :P


De segue o teu coração a 12 de Março de 2011 às 00:46
adorei, mesmo. a história está super bonita, e muito bem escrita. continua, e posta rápido. :)


De a 12 de Março de 2011 às 18:36
Ainda bem que gostaste.
Vou postar esta noite.. :D


De a 12 de Março de 2011 às 19:21
Tens um selo no meu blog.
Não sei se postas ou não, mas pronto. :D


De Fic The Climb a 12 de Março de 2011 às 21:16
Já postei o 19 capitulo, conto com o teu comentario :P
http://fictheclimb.blogs.sapo.pt

Kisses


De a 12 de Março de 2011 às 22:48
Eu por acaso já fui ao Algarve 3 vezes mas nunca lá fui. Também aquilo não dava para eu me divertir muito, já que não sei nadar... :s
Está caliente e eu não contei a história toda, olha se contasse. :D


De Anna a 12 de Março de 2011 às 23:03
Eu vou ao algarve todos os anos e não me canso! Tamem tenho la casa por isso da jeito:) Mas também não é preciso saberes nadar, akilo é à base de escorregas e assim, é msm mt giro. Tens de lá ir!
E o teu cap.... OMG! É das fics que estou a gostar mais de ler. Axo k escreves mt bem! :D


De Andrusca ღ a 6 de Abril de 2011 às 23:38
Lindo! +.+
Eu amanhã continuo ^^
Beijinhos ^^


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Vida de Carolyn: Two Love...

. I'm back

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two Love...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Divulgação e conversinha ...

. Vida de Carolyn: Two love...

. Vida de Carolyn: Two love...

.arquivos

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds